Redução da taxa Selic a 2,25%? Quais os impactos?


Com a crise do Coronavírus a taxa Selic, que já estava em 3%, foi reduzida para 2,25% pelo COPOM (Comitê de Política Monetária do Banco Central).

Esse é o menor patamar da taxa desde 1999 e decorre da forte redução do nível da atividade econômica no mundo.

Em outras palavras, a redução decorre da necessidade de estimular o retorno da atividade econômica frente à forte queda do PIB, estimada em torno de 6,5% até o fim de 2020.

Os impactos esperados com a redução da Selic são a redução de preços regidos pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mexe nas metas de inflação estimadas pelo Banco Central. Além do mais a redução da taxa Selic também afeta investimentos em renda fixa e aplicações financeiras como a caderneta de poupança, que prevê rendimentos atrelados aos juros básicos sempre que a Selic estiver abaixo de 8,5%. Ou seja, quanto menor a Selic, menor o rendimento das aplicações.

Quer saber mais sobre os impactos nos seus rendimentos ou da sua empresa?

Fale com a gente!


Atendimento especial pelo whatsapp durante a quarentena: (81) 9 9977 2790

#ctcontabilesuaempresaativa #empregos #receitafederal #taxas #impostos #contabilidade #fluxodecaixa #finanças #selic #poupança #rentabilidade #fundosderendafixa

1 visualização

Todos os direitos reservados © 2020 por CT Contábil